Agenda sua consulta (66) 98447-7156

Blog

Quais as vantagens de medicamentos efervescentes para pacientes com dificuldade de engolir?

Fonte: Cuidadospelavida. Acessado em 14/01/2020.

uso de medicamentos faz parte da prevenção e do tratamento dos mais variados tipos de doenças ao redor do mundo. O formato mais comum para os adultos são as medicações em comprimidos, mas existem também os líquidos e os medicamentos efervescentes, por exemplo. Este último tipo é ideal para quem tem dificuldades para engolir.

Comprimidos efervescentes são tão eficazes quanto outros remédios

“Os medicamentos efervescentes trazem o benefício de facilitar a deglutição, tanto quanto as medicações líquidas. Os comprimidos podem gerar desconforto e dificuldade para engolir”, informa o otorrinolaringologista Henrique Garchet. De acordo com o especialista, esse tipo de remédio tem a mesma eficácia dos comprimidos e dos medicamentos em gota.

As fórmulas dos medicamentos efervescentes podem variar, mas em geral, são compostas pelo princípio ativo, um ácido orgânico e uma base carbonada. Ao entrar em contato com qualquer bebida com água, o remédio se dissolve e libera bolhas de gás carbônico. A hora ideal de tomar a mistura é quando o comprimido desaparecer por completo.

Medicamentos efervescentes podem ser usados por pacientes com Parkinson

Muitos pacientes podem se beneficiar do uso deste tipo de medicação, já que a dificuldade de engolir é resultado de vários fatores. Alguns são de simples resolução, outros não. “A dificuldade de engolir tem diversas causas. A mais comum seria a dor de garganta provocada por episódios de faringite e amigdalite“, afirma Dr. Garchet.

Existem ainda causas mais complexas, capazes de atrapalhar a deglutição, como o câncer de garganta e doenças neuromusculares, como a distrofia, a doença de Alzheimer, a doença de Parkinson e a esclerose lateral amiotrófica, conhecida pela sigla ELA. Além disso, o próprio envelhecimento natural do corpo, muitas vezes, gera dificuldade para engolir e é um motivo para recorrer aos medicamentos efervescentes.

Voltar

 

Compartilhe no WhatsApp