Agenda sua consulta (66) 98447-7156

Blog

Surto de sarampo – Conheça a infecção e saiba como se proteger

A Organização Mundial de Saúde, em relatório divulgado em agosto deste ano, apontou que 364 mil casos de sarampo foram notificados em 181 países apenas entre janeiro e julho deste ano. O número representa quase o triplo da ocorrência da doença no mesmo período em 2018, quando 129 mil infecções foram registradas.

Só para se ter noção da gravidade do problema, no continente africano o aumento de casos da doença até o momento é de 900%.

Trazendo os dados para a realidade brasileira, o cenário também não é muito otimista. Conforme o último boletim epidemiológico da doença, divulgado pelo Ministério da Saúde e referente aos últimos 90 dias, 6.192 casos de sarampo foram registrados em 18 estados do país. A maior concentração da condição é no estado de São Paulo (96%), porém, a estimativa do órgão é de que até 39,9 milhões de brasileiros (algo como 20% de toda população) está suscetível à infecção do vírus.

Vamos saber mais sobre a doença e como prevenir sua ocorrência?

Sarampo é uma infecção grave causada por vírus, com potencial para ser fatal.

A transmissão da doença é oral, ou seja, ocorre pela fala, tosse e espirros do paciente infectado. Para evitá-la, existe apenas um método eficaz: a vacinação.

O sarampo se manifesta por sintomas como:

  • Irritação nas vistas;
  • Febre com tosse;
  • Nariz entupido ou sempre escorrendo;
  • Mal estar geral e intenso.

Após 3 a 5 dias outros sinais podem aparecer, com destaque para manchas vermelhas na pele do rosto e atrás das orelhas – que logo se espalham para o restante do corpo.

Se a febre persistir, esse pode ser um indicativo de gravidade para o sarampo – especialmente em crianças com idade inferior a cinco anos.

Quais vacinas protegem contra o sarampo?

A prevenção do sarampo ocorre de diferentes formas, mas todas elas são pela vacinação:

  • Dupla viral – vacina que protege contra sarampo e rubéola;
  • Tríplice viral – vacina que protege contra as anteriores e caxumba;
  • Tetra viral – vacina que protege contra as anteriores + varicela (catapora).

A vacina é ofertada tanto na rede pública como privada de vacinação. No SUS, as vacinas estão disponíveis em postos de saúde de todo Brasil.

A Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo está na última semana da primeira fase: entre os dias 7 a 25 de outubro, os pais devem levar as crianças de 6 meses a 5 anos de idade para tomarem a tríplice viral. O Ministério da Saúde estima imunizar 2,6 milhões de crianças nesta faixa etária, que são as mais suscetíveis às complicações da infecção.

Na sequência, após um pequeno intervalo, inicia-se em 18 de novembro a segunda fase da campanha de vacinação do Ministério da Saúde, que pretende imunizar jovens com idade entre 20 a 29 anos. A expectativa é de que 13,5 milhões de brasileiros adultos fiquem protegidos contra a doença.

 

 

Dr. Henrique Garchet

Otorrinolaringologista

Voltar

 

Compartilhe no WhatsApp